RSS

Alguns motores de busca, em particular na secção de notícias, têm  uma funcionalidade fantástica para quem quer estar actualizado permanentemente sobre um tema.
É o RSS. Não importa o que esta sigla quer dizer, o relevante é como pode ser utilizada: recolha de informação actualizada e, em muitos casos, sobre temas da minha preferência.
É uma ferramenta essencial para profissões em que é útil  ter  informação actualizada e personalizada.

Como jornalista especializado na área de tecnologia, quero saber tudo o que é publicado sobre iphone.
Recorro ao Google, na pesquisa News, e obtenho uma longa lista de resultados.
Nessa mesma página, em baixo, está escrito RSS.
Ao clicar aparece uma outra página onde se pode subscrever a feed de RSS que me vai dar todas as últimas notícias publicadas sobre iphone. Após a subscrição, na ferramenta que eu escolhi, na próxima consulta só aparecem os resultados entretanto publicados. 

Um outro exemplo: como jornalista de desporto quero saber tudo o que está a ser publicado sobre benfica sporting fc porto. Pode-se fazer uma pesquisa separada ou com os nomes dos três clubes.
O motor de pesquisa é o SAPO (na tab "noticias) e obtive mais de 15 mil resultados. No caso, convém ordenar os resultados por data porque o nosso objectivo é obter as notícias mais recentes.
Nesta página (no canto superior  direito) está também o ícone de RSS  e ao clicar abre uma nova página onde se pode subscrever a feed.
Outra possibilidade é copiar o link e introduzir num leitor de rss.

Há uma grande variedade de leitores de feeds de RSS e podem ser obtidos gratuitamente.
Um dos mais populares é o Google Reader.
 É muito prático.
Outro exemplo que se mostra é a minha página no Netvibes.com .
É uma excelente ferramenta para quem tem uma longa lista de sites que quer acompanhar através de feeds de RSS.
A página pode ser personalizada e classificada a informação em várias categorias.
No Google Reader e no Netvibes é ainda possivel guardar, partilhar ou enviar por e-mail o conteúdo de cada artigo recebido.

No caso dos resultados das feeds do SAPO são de notícias publicadas por órgãos de comunicação social portugueses. Há a possibilidade de refinar ainda mais esta pesquisa porque é possível obter resultados apenas de um órgão comunicação social – o que é útil, por exemplo, para se saber o que a “concorrência” está a publicar.

Com a feed de RSS, podemos ter acesso a todas as notícias que estão a ser publicadas.
No leitor de RSS surgem apenas as notícias que foram publicadas após a última consulta.
Alguns leitores destes feeds de RSS permitem  seleccionar o número de artigos que se quer ver e enviar para outra pessoa o conteúdo.
Com esta ferramenta, um assessor de uma empresa, autarquia, sindicato, ministério... consegue saber quase em tempo real tudo o que está a ser publicado (se quiser, também em blogues) sobre a organização para a qual trabalha ou referências acerca do líder. Muitos telemóveis também já fazem a leitura de feeds de RSS, alargando assim a utilização desta ferramenta para outras plataformas.

É crescente o recurso aos feeds de RSS, não apenas para recolha, mas também para distribuição de informação.
Muitos órgãos de comunicação social disponibilizam nos seus sites esta funcionalidade, permitindo aos utilizadores personalizar a informação que querem obter. Em alguns casos estes feeds são segmentados por temas: politica, desporto, economia, vida...