Breaking News

Os jornalistas têm a obsessão de dar em primeira mão uma notícia.
Por vezes, é um processo alucinante só para se dar a noticia em primeiro lugar por uma diferença de um ou dois minutos.
No on-line esta obsessão é ainda mais doentia.

Na verdade, surgem publicados muitos disparates apenas porque não se quis perder tempo em reler um ou dois parágrafos.

Em relação à actualização, por exemplo, “breaking news” de um facto muito relevante, pode-se usar o mesmo artigo e inserir os dados informativos mais recentes. Poupa-se tempo e ganha-se em eficácia.
Em algumas circunstâncias, a primeira versão da história é apenas um título. Com a actualização, o corpo da notícia vai ganhando forma e mais detalhes.  Por vezes, é suficiente alterar o lead e os primeiros elementos do corpo da notícia. Os restantes elementos passam a ser o enquadramento da história. Quando há oportunidade, o texto é refeito e estruturado no formato habitual de uma notícia.
No decorrer deste processo, a audiência soube o que de mais relevante se passou, quase em tempo real. Para se perceber melhor que é um conteúdo em desenvolvimento, convém, no final do artigo, referir que a notícia está em actualização.